ÚLTIMA NOITE DO INSPIRA 2020 TEM PALESTRA SOBRE GESTÃO DO TEMPO E PREMIAÇÃO A DOCENTES

Para encerrar as atividades do Inspira 2020 nesta quinta-feira (30), os docentes do Colégio Objetivo de Maringá foram convidados a refletir sobre um tema que é cada vez mais necessário no mundo contemporâneo: tempo e organização. A reflexão foi proposta a partir da fala do professor Rafael Medeiros Filho, palestrante com grande experiência na consultoria organizacional.

“Todos nós temos algum tipo de dor em relação ao tempo”, disse Medeiros Filho, ressaltando que a dedicação de tempo a atividades produtivas gera bons resultados, enquanto a procrastinação gera conflitos e falta de credibilidade profissional. “A maior parte do stress é resultado da gestão que fazemos do nosso tempo. Então, não há habilidade maior do que saber administra-lo.”

Para isso, o palestrante deu uma dica, composta por cinco passos, para ajudar os professores a organizarem o próprio tempo: registrar, separar, guardar, planejar e executar. “A reputação da sua vida profissional são as suas entregas, e pessoas organizadas impactam a todos o seu redor. O tempo mal utilizado é o maior devorador de sonhos”, enfatizou.

PROFESSOR INSPIRAÇÃO

Além da palestra de Rafael Medeiros Filho, outra programação da terceira e última noite do Inspira 2020 foi a entrega do “Professor Inspiração”, um prêmio entregue a docentes que realizaram projetos inovadores em 2019.

De acordo com a head de Formação Docente e Apoio Discente da UniCesumar, Karina Tomelin, essa é uma forma de reconhecer as práticas que já ocorrem na Instituição. “A formação docente não é composta apenas por pessoas de fora, mas também é o momento de celebrar os nossos professores. Quando um docente vê que o outro faz algo muito legal em sala de aula, isso dá mais legitimidade para que ele acredite que também é capaz. Esse é o grande modelo do Inspira”, ressaltou.

Ao todo, foram inscritos mais de 200 trabalhos, com três projetos selecionados por modalidade (educação presencial, educação a distância e Colégio Objetivo) para disputar a final.

A professora Graziele Delgado Bombonato, do Ensino Fundamental II, foi a vencedora pelo Colégio Objetivo. “Eu tomei a educação financeira como um propósito na minha vida, muito mais do que apenas uma prática. Hoje eu vivo isso e impacto todas as pessoas que estão ao meu redor, inclusive os meus alunos”, contou ela, que implantou o projeto com os estudantes após compreender a necessidade de uma ação inovadora.

“Eu percebia uma grande dificuldade nos meus alunos de 6º e 7º ano em aprender frações, porcentagens e decimais. Aí, comecei a tratar de dinheiro para tornar o ambiente mais fácil de assimilar”, explicou a professora. “Era um elemento dentro da Matemática, mas isso foi se expandindo. Comecei a estudar neuroeconomia e outras coisas que interferem no comportamento. Isso quebrou limites e, então, me vi ensinando o comportamento humano. Agora, esse é o meu propósito e eu pretendo abraçar ainda mais.”