O Colégio Objetivo de Maringá incentiva e promove a prática de esportes. Por meio deste trabalho, a cidade será representada na final dos Jogos Escolares do Paraná 2019. O atleta Jhonatan Lorençone Doneda, aluno da 1ª série do Ensino Médio, vai concorrer na modalidade de atletismo. A competição ocorrerá em Foz do Iguaçu entre os dias 2 e 10 de agosto.

A classificação veio após os resultados de duas provas realizadas em Astorga no dia 27 de junho. Na competição de 200 metros rasos, o atleta foi consagrado campeão, enquanto na prova de 100 metros rasos, Jhonatan conquistou o segundo lugar. “Ele é um dos melhores do atletismo do Paraná”, disse com orgulho o coordenador de Educação Física do Colégio Objetivo, Anderson Conci Macedo.

Segundo Macedo, o apoio do Colégio ao esporte possibilita o crescimento dos estudantes, pois há motivação psicológica e de integração entre eles. “A gente mostra que há espaço para se desenvolver dentro do esporte, e essa também é uma forma de estimular a prática entre outros alunos”, destacou.

Jhonatan entende essa importância, já que, por causa dele, os colegas acabam se interessando pela modalidade. “Alguns de meus colegas de escola estão sempre me incentivando a cada resultado e dizem para que eu me dedique ao máximo. Acho que minha experiência pode incentivar mais jovens ao esporte, por ser uma modalidade diferente”, explicou o atleta.

Com grandes feitos vêm grandes responsabilidades. Jhonatan sabe que as expectativas são cada vez maiores, mas ele diz que tenta não deixar isso atrapalhar o próprio desempenho. “Se você fica se preocupando muito com a competição, não consegue obter um resultado muito bom. Então, procuro me divertir nos treinos e competições, mas sempre buscando bons resultados.”

Graças às portas abertas pelo atletismo, Jhonatan pensa em seguir carreira no esporte. Mas o aluno não descarta a possibilidade de se aventurar em outras áreas. “Também tenho o interesse em ter uma formação em Engenharia de Controle e Automação”, relevou.

ATLETA POR ACASO

Apesar dos resultados notáveis, o atletismo é um feito recente na vida de Jhonatan. O professor Anderson Macedo revela que o primeiro contato do estudante com a modalidade foi em 2017, na Copa Unimed. “Os colegas incentivaram ele a competir e ele venceu o torneio sem nunca ter treinado antes.”

Após isso, a rotina do jovem atleta ficou um pouco diferente. Segundo a mãe do aluno, Michele Lorençone, há um esforço para não deixar a escola de lado. “Quando não há aulas do contraturno, ele está treinando. Mas o estudo é prioridade.” Atualmente, Jhonatan treina quatro vezes por semana e intercala a preparação para os campeonatos à rotina de estudante do Ensino Médio.